quinta-feira, 29 de maio de 2008

Agenda

Agenda da Noite do Vinil:



Dia 04 de junho - "Os embalos de quarta a noite" - discoteca

Não se sabe exatamente como e quando o movimento disco começou. Alguns dizem que ele surgiu no início dos anos 70, nas discotecas de Chicago, Nova York e Filadélfia, onde haviam festas totalmente dançantes, freqüentadas por um público alternativo. Outros afirmam que a disco music só começou mesmo depois da abertura da Studio 54 em Nova York - e do lançamento do filme "Embalos de Sábado à Noite" em 1977, que foi a época em que a mania se espalhou pelas rádios, gravadoras, discotecas e estava gerando bilhões por ano. No entanto, a Disco não foi um gênero musical pré fabricado, criado em um curto período de tempo em que se possa estabelecer um ponto original determinado. Isso porque quando se fala da Disco Music, define-se um estilo musical que surgiu a partir da transformação de elementos de diversos gêneros musicais como do Soul, Jazz e Funk. Assim, para contar a história da música Disco é preciso viajar um pouco em cada um desses estilos até que se tenha formada a chamada Disco Music. Acervo de Wellington Cordeiro e de quem mais levar.

2 comentários:

william disse...

DIZ AÍ RAPAZIADA DO VINIL NOSSA VCS ESTÃO ME FAZENDO LEMBRAR QUANDO EU MORAVA NO RIO Q AO LADO DA MINHA CASA TINHA UM BARZINHO Q SÓ ROLAVA VINI, AÍ ME DAVA AQUELA VONTADE DE IR P O BAR MAS EU ERA MUITO PEQUENO E NÃO PODIA FIKA SIZINHO NESTE. AGORA VC S ESTÃO ME DANDO ESSA OPORTUNIDADE DE FREQUENTAR AQUELE BAR QUE TINHA AO LADO DE MINHA CASA MAS EU NÃO PODIA IR!!!!!!!!!!!!!!!!!]

UM GRANDE ABRAÇO PRA TODOS

Vitor Menezes disse...

Neste sábado, 7 de junho, 10h, tem nova edição do ato público Chega de Palhaçada, no Largo da Imprensa (Calçadão). Mais uma vez os blogueiros de Campos chamam a comunidade para uma manifestação democrática e independente.

Neste momento em que se aproximam as convenções partidárias, a cidadania quer passar o recado de que não quer mais os mesmos candidatos. A sociedade quer algo novo, e por isso vai para as ruas gritar novamente: FORA MOCAIBER, FORA GAROTINHO, FORA ARNALDO, QUEREMOS OUTRO CAMINHO.

Dia 7 de Junho é o Dia Nacional da Liberdade de Imprensa, e o ato também marcará a reivindicação de que a população possa contar com fontes confiáveis de informação sobre a política no município.

Participe com roupa preta e nariz de palhaço. Leve sua faixa e use a criatividade para expressar sua opinião sobre a situação política de Campos. Ajude a mostrar que o cidadão campista não aceita calado esta situação vergonhosa na qual está mergulhada a cidade.

CHEGA DE PALHAÇADA!