terça-feira, 6 de abril de 2010

Noite do Vinil de casa nova em 2010


Noite do Vinil de casa nova em 2010
O Projeto Noite do Vinil criado em 2008 com o objetivo de perpetuar a cultura do disco de vinil ao completar dois anos de atividades, passa por uma reestruturação e inicia o ano de 2010 com local e data novos, isso para garantir cada vez mais qualidade na realização do evento. Nesta nova etapa, tendo como cenário o Relicário Bistrô, às sextas-feiras serão comandadas num revezamento de Djs. A cada semana um tema ou músico será comandado no toca-discos do bar para deleite de aficionados nos bolachões.
Pop Rock nacional e internacional, Black music, Soul, Românticas, Temas de Novelas, Brega, Discoteca, Grunge, Chorinho, MPB, Bossa, Malditos, Samba, como também artistas como Michael Jackson, Beatles, James Joplin, Bob Marley, Elvis Presley, Roberto Carlos, Maria Bethania, Caetano Veloso, Chico Buarque, Raul Seixas, Roberto Ribeiro, entre tantos outros. Essa foi uma pequena parte do que foi apresentado ao longo dos dois anos de atividades. Como também, algumas homenagens como a São Jorge, aos Campistas, a abolição da escravatura, a Woodstock, entre inúmeras outras edições.
Nesse tempo, o projeto extrapolou o local de realização do encontro, sendo apresentado em diversas oportunidades, como em comemorações de instituições como nos 80 anos da Associação de Imprensa Campista, no aniversário do Jeep Clube de São João da Barra, no Fórum de Qualificação Profissional da Faculdade de Filosofia de Campos no SESC Mineiro de Grussaí, na roda de Samba do Psicodélicos e fez parte da programação de verão do Farol de São Thomé em 2009.
O projeto criado pelo colecionador Wellington Cordeiro conseguiu também aglutinar outros colecionadores de vinil campistas, que estavam até então com seus acervos guardados em casa sem oportunidade de audição coletiva, como é a proposta do encontro. Se juntaram na empreitada os colecionadores Romualdo Braga, Marcio Aquino, Aucilene Freitas, Ranieri e Juca. Além de pessoas com acervos pequenos que também faziam questão de compartilhar com os freqüentadores.
Em 2010 surgiu outra novidade, projeto ganhou uma novidade é a adesão do Vinil nas programações musicais do SESC Campos, primeiramente com o projeto Tropicália nos dias 25 de março, 8 e 15 de abril às 19h, abrindo a programação musical das noites. Rolando Mutantes, Caetano Veloso, Jorge Mautner, Gilberto Gil, Maria Bethânia e Gal Costa. A parceria neste projeto está sendo com o colecionador Marcio Aquino. Já nos meses de abril e maio, o vinil estará presente no projeto Pop Rock, também do SESC Campos, com parceria com o colecionador Romualdo Braga.

Relicário Bistrô
Um bar com ambiente aconchegante que reabre suas portas para abrigar projetos culturais como A Noite do Vinil e o Sarau Será o Benedito? Que acontecem às sextas e os sábados respectivamente. O local tem tudo a ver com essa nova proposta de ser um diferencial na cultura noturna da cidade, possui uma decoração super transada em estilo retro (anos 50, 60 e 70). Está localizado na Av. 28 de Março, nº 48 - Campos.

Mercado de Toca Discos
O mercado de toca-discos voltou com força total com inúmeros lançamentos. Os atuais aparelhos vêm com inovações tecnológicas, como saída USB que facilita a ligação do aparelho ao computador. Exemplo é o aparelho lançado pela empresa ION - o Toca-Discos ION TT USB que apresenta uma nova maneira de arquivar gravações de vinil para o seu computador. O toca-discos de tração por correia possui uma porta USB para arquivar gravações em iTunes e outros softwares populares. O Software EZ Vinyl Converter 2 para PC e o software EZ Audio para Mac estão incluídos. O software fornece uma maneira fácil de digitalizar áudio gravado para software iTunes. O software incluído também melhora a qualidade de áudio ao remover estalos e batidas.

Analógico X Digital
Entusiastas defendem a superioridade do vinil em relação às mídias digitais em geral (CD, DVD e outros). O principal argumento utilizado é o de que as gravações em meio digital cortam as freqüências sonoras mais altas e baixas, eliminando harmônicos, ecos, batidas graves, "naturalidade" e espacialidade do som. Estas justificativas não são tecnicamente infundadas, visto que a faixa dinâmica e resposta do CD não supera em todos os quesitos as do vinil. Especialmente quanto se trata de nuances que nos sistemas digitais são simulados através de técnicas de dithering.

Polysom
Em constante crescimento em vendas em todo o mundo, o mercado de vinis estará especialmente aquecido a partir de agora com a reinauguração da Polysom. Única fábrica de vinis da América Latina, a Polysom estava desativada desde outubro de 2007. Comprada pelos proprietários da Deckdisc em abril de 2009, passou por uma obra civil de grandes proporções e começou a operar nesse início do ano. A Polysom vai atender todos os selos e gravadoras do Brasil e da América Latina. Os primeiros lançamentos (nas lojas em março) serão 4 títulos da própria Deckdisc: “Cinema” (Cachorro Grande), “Onde Brilhem os Olhos Seus” (Fernanda Takai), “Fome de Tudo” (Nação Zumbi) e “Chiaroscuro” (Pitty).

Feira do Vinil
No próximo domingo dia 11 de abril, enquanto acontece a maior feira de vinil do mundo, na Holanda, o Rio terá uma parecida, numa iniciativa do sebo Baratos da Ribeiro Com participação de diversos Djs comandarão sua pick-ups para incrementar a festa. Os participantes poderão também comprar discos novos e usados. A feira acontece no Cinematheque no bairro de Botafogo de 12h às 21h.

Um comentário:

Cacau Vaz disse...

Eu tenho uma coleção de LPs de mais de 500 discos. Em sua maioria é MPB, anos 70,80 e início dos 90.
Gostaria de doá-los.
Sou de Guarulhos, vocês podem pegar?
Abraços
Cacau Vaz
Email : cacau.vaz50@gmail.com